segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Buenos Aires - Parte 3 - La Boca.

Assim que o taxista parou na esquina de uma espécie de bar, pude ver bem na minha frente o estádio mais famoso da Argentina, La Bombonera.

Eu não sou uma fanática por futebol, mas assisto alguns jogos, as vezes acompanho resultados e como boa palmeirense adoro cornetar os rivais hahahaha.

Bom, o nosso roteiro era bem simples, chegar comprar o ingresso para o museu e seguir para o Carminito, mas, chegando lá, além do ingresso para visitar o acervo do museu de la Pasión Boquense , também compramos o ticket para fazer o tour guiado dentro no estádio. uhulll!

O museu  La Pasión Boquense é grandiosamente rico em história e material, eles têm um acervo bem interessante de fotos, camisas, troféus....  para quem gosta de futebol é o gol de placa inteiro, sem dúvidas! rs

Depois do museu, seguimos para o tour dentro do estádio, o guia conta toda história do clube desde o início, as vistórias históricas, as curiosidades e claro que o Dieguito Maradona tem participação impar em tudo isso. ahahahahah

Visitamos praticamento todos os pontos principais, inclusive o vestiário, sala de imprensa, etc. No final, você tem a opção de tirar foto com a taça da libertadores, eu não resisti, apesar do preço salgado por uma única fotinha rs

Saindo do La Bombonera, andando pelas ruas, confesso que fiquei meio apreensiva, o bairro é bem humilde, não se vê muita gente pelas ruas e quando parei uma senhora para perguntar se estávamos no caminho certo, ela se assustou, mas nos deu a informação e orientou para que tomássemos cuidado porque ali não era uma área segura, no mesmo instante, um outro rapaz passou por nós e começou a brigar com a senhora, dizendo que ela não deveria ter dito aquilo para a gente, que o bairro era seguro sim hahahahahahaha vai entender!

Depois de alguns minutos, lá estava ela, El Carminito, impossível não reconhecer todo aquele colorido. Ali, o clima já era bem diferente, ouvia-se música por todo lado, via-se muitas banquinhas de souvenir tentando chamar atenção da clientela e mais abaixo, as famosas casinhas coloridas, que eram casas típicas dos imigrantes italianos e foram pintadas em várias cores porque os imigrantes usaram a tinta que sobrava nas oficinas do porto.... Na minha humilde opinião, ficaram super charmosas. rs

Andamos um pouco pelas ruas, paramos em algumas das milhares de lojas, e seguimos para a famosa e despretensiosa loja da Havana (ela fica num ponto bem estratégico rs), fizemos nossas comprinhas hahahah assim como em outras galerias de artes/souvernirs e paramos em um restaurante italiano (amor maior); Nossa mesa era na parte externa e enquanto a gente almoçava, um showzinho de tango bem particular acontecia bem na nossa frente, Ôh sorte!
Poderia ficar ali por horas, comendo, observando, apreciando, que delicinha que é esse tal de Carminito viu! Que riqueza singular, que cultura distinta. Amei, amei, amei!!!!

E a minha impressão de La Boca foi: Acho que o bairro é realmente especial por aglomerar tanta cultura, música e futebol em um espaço tão pequeno. É uma experiência impar.
Me senti, por um momento, fora de Buenos Aires... e que engraçado, uma mesma cidade com bairros de características tão peculiares.
Super recomendo, mas também passaria as mesmas orientações que me passaram, tome cuidado, não leve nada de muito valor, fique atenta.. De resto, é só aproveitar! ;)


Dentro do museu



Forlanzinho





esse é o miguel, ele trabalhava no museu, falava português super bem, era super simpático, cantava michel teló e fazia piadinhas contra o "cúrinthians", tem como não amar? hahaha




Visita guiada


El Carminito :)


A loja da Havana bem centralizada rs
  



Somewhere in Carminito...

O showzinho de tango enquanto a gente almoçava...

Melhor fettuccine de molho rosé da vida s2

Ôhh sorteeee!!! 

video
Um videozinho do show de tango... 

0 comentários:

Postar um comentário